Realizou-se nos passados dias 22 e 23 de Abril de 2006 o 11º Encontro Nacional do 4.clube.portugal sob a organização do Núcleo Norte tendo como ponto alto as comemorações do 2º Aniversário do clube.

Foi a primeira vez que o 4.clube.portugal visitou a zona do Planalto Beirão, tendo em vista diversificar o destino das suas actividades. Desta forma as Termas de S. Pedro do Sul a acolheram este tão aguardado encontro que se esperava o mais participado de sempre, olhando ao crescente número de sócios que se têm alistado, aguardando-se um fim-de-semana pleno de emoções.

A chegada das 4L’s ao parque fechado junto ao Hotel Lisboa, nas Termas, deu-se por volta das 13h30m, com a devida recepção aos veículos, condutores e demais acompanhantes. Aqui foram distribuídos os dísticos de participação e toda a informação relativa ao fim-de-semana que se esperava rico em belas paisagens, sabores inigualáveis regados com o que de melhor se produz na região. Verificou-se um total de 180 adultos e 14 crianças distribuídos por cerca de 80 viaturas fabricadas entre os anos de 1968 e 1992. De realçar a presença no recinto da comunicação social, a destacar o semanário regional “Notícias de Vouzela”, os diários nacionais “Jornal de Notícias” e “Público” e a estação de televisão “SIC”, tendo contribuído muito para a divulgação do evento e para a elevação do estatuto do clube como representante dos aficionados das 4L’s a nível nacional.

Tarde adentro, foi a caravana serpenteando a serra em direcção ao monte de S. Macário para apreciar a deslumbrante paisagem que se avista lá do alto. Nem um pequeno percalço com uma das viaturas, atacada pelo calor da subida e com falta do líquido carburante que alimentasse a sua vontade de acompanhar as demais, conseguiu estragar os planos da organização. Depressa os sócios devidamente credenciados na mecânica intervieram e solucionaram o problema, num veículo que nada tema a esconder e de simples arranjo. Depois da intervenção cirúrgica, era ver a alegria do veículo e do seu proprietário retomando o seu lugar na caravana com a alimentação ao carburador assegurada por uma garrafa de plástico marca “LUSO” de litro e meio, repousando no pára-brisas, com ligação directa por gravidade. Belo postal.

Depois de uma curta paragem para apreciar a vista superior sobre a Aldeia da Pena, toda em xisto encalacrada nas profundezas da montanha, e recolha de amostra fotográfica cumpriu-se a última etapa do dia, no parque eólico da Serra da Arada, onde os participantes puderam ver de perto as grandes hélices geradoras de electricidade que, de forma imponente, marcam a paisagem. Serviu também esta paragem para retemperar forças com as iguarias que cada um trouxe da sua terra, partilhadas num piquenique improvisado onde não faltaram o presunto, o queijo e o bom vinho. Sem deixar marcas da nossa passagem, iniciou-se a viagem de regresso para as Termas, tendo como vista privilegiada o planalto a estender-se até ao Caramulo com a Serra da Estrela no horizonte.

Com a tarde a caminhar para o fim e a noite à espreita, chegou a comitiva ao Hotel do Parque, nas Termas de S. Pedro do Sul, a fim dos seus elementos recolherem aos aposentos e descansarem. O jantar foi servido por volta das 20h30m onde desfilaram todas as riquezas gastronómicas da região, para que os comensais soubessem como é a “Vitela de Lafões” tomassem o gosto ao famoso verde de “Lafões”. Para terminar em beleza, foi necessário fôlego para cantar os parabéns e apagar as velas do 2º Aniversário do 4.clube.portugal. Entregues foram também os brindes e os diplomas de participação. Findo o jantar, houve animação com música ao vivo no bar do Hotel, para todos os que quiseram prolongar a noite de festa.

O dia seguinte começou cedo, durante o serviço de pequeno-almoço no hotel, realizou-se, logo pelas 8h30, o 1º Encontro Nacional de Miniaturas 4L, com exemplares que alguns participantes tinham em casa, guardados lá na prateleira. O saldo foi muito positivo, registou-se a mostra dos mais variados modelos de 4L’s destacando-se as de marcas conceituadas como a “Vitesse” de edição limitada (algumas raras ou únicas em Portugal), mas também estiveram expostos modelos em cobre, gesso, madeira, plástico e, o mais original, um modelo 3D feito em papel por uma das crianças participantes. Foram cerca de 70 as miniaturas expostas, o que denotou grande adesão e interesse em futuras exposições.

Finda a exposição, teve lugar uma visita guiada pelas instalações dos balneários Rainha D. Amélia, as mais frequentadas termas da Península Ibérica, com primeira passagem pelo moderno balneário que dá vida a esta localidade onde puderam dar conta de perto como são efectuados os tratamentos, quer por inalação de vapores ou contacto directo com a água sulfurosa. A próxima paragem, do outro lado da rua, era o centenário balneário inaugurado pela rainha que lhe emprestou o nome a 6 de Junho de 1894, com todo o seu espólio museológico em perfeito estado de conservação. Lá, o visitante tomou noção da forma como no passado se tratavam as enfermidades com aparelhos e técnicas muito avançadas para a época. Por fim, foi mostrada a nascente de água que brota das entranhas da terra a cura milagrosa para os que usufruem destes balneários.

Deixando para trás as Termas de S. Pedro do Sul, seguiu a meio da manhã a caravana em direcção à Vila de Vouzela, passando pelo Monte do Castelo onde se fez uma pausa para apreciar a paisagem. Chegados a Vouzela esperava as 4L’s um parque fechado frente à Câmara onde as viaturas ficaram em exposição para que todos as pudessem admirar, dando tempo aos participantes para poderem deambular pelas ruas antigas e saborearem os famosos “Pasteis de Vouzela”.

O evento terminou com um almoço facultativo no Restaurante “O Meu Menino”, onde todos puderam ver na televisão a reportagem do dia anterior.

F011501g F011501g_ F011502g F011503g F011504g F011509g F011511g F011514g F011515g F011516g F011522g F011523g F011524g F011528g F011538g F011546g